quarta-feira, 22 de agosto de 2012

O clube dos estranhos ao seu eu passado

Deparei-me, em minhas stalkeadas à maninha do meu S2, com a pergunta: a criança que eu era teria orgulho de mim?
Nem precisei refletir muito pra ter certeza de que a minha resposta é não. Entretanto, a minha reflexão veio do ponto inverso: eu também não tenho orgulho da criança que eu era. Mudei, mudei muito. Mudei o suficiente para ser "outra pessoa", alguém que não conseguiria conviver com meu eu passado.
Virei um estranho a mim mesmo, dependendo da referência temporal.
Quanto a você? Identifica-se? Se sim, seja bem vindo ao clube!

2 comentários: