quarta-feira, 14 de abril de 2010

Hoje eu chorei

Uma única lágrima eu derramei.
E agora eu já sei:
Minha missão eu farei.

Não vou mais chorar,
Muito menos me humilhar,
Por coisas que hão de se apagar
Quando tudo eu curar.

Estou aqui para o bem,
Não importa a quem.
Liberdade os anjos têm
E eu sou um anjo também.

Rafael é meu nome.
Só ele já cura a fome,
Se está com sede, tome.
Se está com fome, come.

Eu faço acontecer.
Doa a quem doer,
A justiça e a cura vão ter.
E eu vou fazer.
Eu vou usar o meu poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário