quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Para alguém um tanto quanto especial

Oras, o que somos nós, senão um apanhado de informações inúteis remodeladas cuidadosamente para que não pareçam, assim, tão insignificantes?
E, ao mesmo tempo, temos toda a importância do mundo; não porque assim pensamos, mas sim porque somos nós quem fazemos as coisas tomarem seus rumos, ou desviarem dos mesmos.
Lembra que absolutamente todos vivemos os nossos mundos de mentira, imaginados, meras cópias irreais de um mundo real, e que, nem por isso, deixa de ser uma experiência extasiante.
Porque é isso que é a vida: uma experiência, feita de milhões de experiências menores. Erros existem, acontecem, mas, estamos aí para usar de todos os métodos disponíveis, e "tentativa e erro" é apenas um deles.
Siga, siga em frente! Girl, put your records on!
Não se deixe desanimar por si mesma! E, ainda menos, pelos outros! Deixar-se desanimar é uma escolha. Se crê que fizeste tantas escolhas erradas, não faça mais uma.
Porque, ao fim de tudo, o erro é o acerto, e o acerto é o erro, mas isso não importa, porque estaremos pensando no que realmente valeu, e no que realmente vale.
Viva. Apenas viva.