sábado, 3 de abril de 2010

As grandes festas populares

A Páscoa está aí. Novamente. E, mais do que nunca, está passando em branco.
Nunca em minha vida eu imaginava que as grandes festas populares, como Natal, as festas juninas e até a Páscoa iriam estar tão ausentes na vida das pessoas. Claro, o carnaval não morre, mas é óbvio que o povo não deixaria uma desculpa tão boa pra beber, fazer merda e receber o perdão morrer assim, fácil.
Anyway, não se ouviu falar de Páscoa (e menos ainda de seu significado) esse ano, bem como não se ouviu falar de São João e pouco se ouviu falar do Natal no ano passado. Na minha opinião, festas que podem ser excelentes, festas que marcaram mais de uma vez a minha vida, mesmo a minha infância, e que não devem cair no esquecimento "em prol da evolução".
Perdoem-me a expressão, mas "evolução é o caralho, meu nome é Zé Pequeno!", porque, como dizia a letra dos Titãs (presente no álbum mais bizarro deles, o Titanomaquia - obrigado, mr. Vini Bernardes, por ter me passado essa pérola da música brasileira): "Diversão é a solução, sim! Diversão é a solução pra mim!".

(texto tosquinho, mal escrito por culpa da dor de cabeça, mas atualizei o blog xD)

Um comentário:

  1. cara, tenho essa mesma impressão.
    e é realmente muito estranho.
    e não tem como não perguntar, embora eu nem faça questão de qualquer resposta: "aonde tudo isso está nos levando?"

    ResponderExcluir