terça-feira, 13 de outubro de 2009

O desafio de conviver com a diferença.

Diferença: qualidade do que é diferente, desigualdade, desavença, disputa, excesso de um valor sobre outro, resultado da subtração. (Disponível no Wiktionary)
Se tomarmos as diferenças por desavenças ou disputas, conviver com as diferenças é um desafio excessivo. Tomemos, então, o lado positivo: qualidade do que é diferente. A palavra qualidade já é suficiente para vermos que é algo necessário. Diferenças são uma das bases do mundo.
Por que encarar como um desafio conviver com a diferença? Desafio maior seria se ela não existisse:
Pense num mundo onde todos são iguais. Todos iriam fazer exatamente as mesmas coisas ao mesmo tempo, não existiriam relacionamentos, porque não é preciso haver interação se o alvo é uma cópia exata, não existiria arte, porque a arte é uma expressão do quão diferente as pessoas podem ser, não existiria felicidade, apenas a indiferença, e, pior, não exisitiria amor, porque o amor é impulsionado pela diferença, e não haveria motivo justo para que alguém se apaixonasse por uma pessoa e não se apaixonasse por outra exatamente igual.
Então, encaremos como desafio saber aproveitar essas diferenças, ou saber ter autocontrole para não encarar as diferenças como desavenças: são desafios relativamente fáceis de serem superados, e todos saem vitoriosos.
Lembrando daquele lema de 2006: "Somando nossas diferenças".

Um comentário:

  1. 'não exisitiria amor, porque o amor é impulsionado pela diferença'
    de todas, é essa frase que explica o texto. falo de todo amor, aquele que vc sente pela familia, amigos, namorado, vida entre outros.. sem as diferenças não estariamos aqui..lidar com elas é um desafio, mas somente isso é capaz de nos fortalecer espiritulamente =)

    ResponderExcluir